Início
  • A Paróquia
  • Horário de Missas
  • Agenda Paroquial
  • Pastorais
  • Movimentos
  • Comunidades
  •  
    Palavra de Salvação
     

    REFLEXÃO DO EVANGELHO PARA O 3º DOMINGO DO TEMPO COMUM

    “SEGUI-ME E EU FAREI DE VÓS PESCADORES DE HOMENS”.

    No 3º Domingo do Tempo Comum celebramos o Domingo da Palavra de Deus. O Papa Francisco instituiu o “Domingo da Palavra de Deus “que a Igreja Universal celebrará todo 3º do Tempo Comum para “fazer crescer no povo de Deus uma religiosa e assídua familiaridade com as sagradas Escrituras”.

    Neste 3º domingo lemos o evangelho de Mc 1,14-20 no qual vemos o início da atividade de Jesus em Cafarnaum. O evangelista esclarece que Jesus somente começou seu ministério depois que João Batista havia sido preso.

    Marcos afirma que Jesus pregava o Evangelho. O termo evangelion é retirado do mundo profano. Quando um Rei ou Imperador visitava uma região, eram precedidos pelos seus arautos que anunciavam um evangelho (uma boa notícia) que geralmente era a distribuição de comida, o perdão de dívidas, a diminuição de impostos, etc.. Esse evangelho anunciado por reis era efêmero. O Evangelho anunciado por Jesus é algo perene

    Jesus inicia seu ministério anunciando o Reino de Deus. O Reino anunciado por Jesus não é como entende o senso comum, não é um território geográfico ou um lugar sobre o qual um rei exerce seu poder, mas significa que o Pai, Criador de tudo, é soberano na vida das pessoas e na história. Trata-se do domínio de Deus sobre a humanidade, um reinado de bondade, de fraternidade e caridade.

    No anúncio de Jesus captamos duas realidades importantes: 1- a necessidade de conversão; 2- acreditar no Evangelho.

    Converter-se significa transformar a mentalidade e o comportamento, assumir uma nova atitude de base, reformular os valores que orientam a própria vida.

    Acreditar no Evangelho é estar convencido de que a boa nova de Jesus não é como a boa notícia dos reis. A fé no Evangelho de Jesus possibilita que as pessoas vivam com confiança em meio às dificuldades; permite dar um passo à frente na escuridão, confiantes de que Deus providenciará uma base segura, sobre a qual se podem dar passos firmes.

    O evangelista Marcos nos fala que Jesus chamou Pedro e André. A iniciativa não foi daqueles quatro homens. Eles não se apresentaram a Jesus, pedindo que os aceitasse como discípulos.  O chamado é pessoal. É um convite para seguir Jesus, não para se juntar a uma causa qualquer, eles serão “pescadores de homens.”

    A expressão “pescadores de homens” tem um significado interessante. Na imagem semita o mar simboliza o lugar da morte, desta maneira, pescar homens significa trazer a humanidade para a vida. Nisto consiste a missão do discípulo de Jesus: trazer os homens para a vida.

    Vemos que tanto Simão e André quanto Tiago e João abandonam a segurança de suas vidas e seguem a Jesus. Isso quer dizer que eles são os primeiros a responder positivamente ao Reino, apresentado por Jesus. Os primeiros Apóstolos estão dispostos a “converter-se” (isto é, a mudar os seus esquemas de vida, de forma que Deus passe a estar sempre em primeiro lugar) e a “acreditar na Boa Nova” (isto é, a aderir a Jesus e escutar a sua proposta de salvação).

    Pe. Túlio Marcos Ribeiro Corrêa, scj
    Pároco da Paróquia de Sant´Ana de Lavras.

     

     
     
    Clique aqui e
    confira a programação!
     
    INDIVIDUALMENTE OU EM ROMARIA, VENHA NOS VISITAR!
    Praça Senhor Bom Jesus de Matosinhos, 309 - Matosinhos - São João Del Rei | MG - cep: 36305142
    Contatos: (32) 3371-5224 (Secretaria Paroquial) e 032 9 9954 2266 (Whatsapp)
    E-mail: sbjmatosinhos@mgconecta.com.br