Início Paróquia Pastorais Movimentos Comunidades Missas Agenda Cursos Livraria Contato
 
Comunidades
 

Comunidade Rainha da Paz

A comunidade se situa no bairro Bom Pastor. A comunidade tem como padroeira Nossa Senhora Rainha da Paz, cuja festa se comemora no último domingo do mês de Junho.  

A devoção à imagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, iniciou-se em 1085, quando os cristãos alcançaram um grande milagre por intercessão da Virgem. Como naqueles tempos a Europa vivia contínuas guerras, os reis e capitães nunca partiam para os combates sem antes rezarem aos pés de Nossa Senhora. Os anos foram passando e a devoção foi se espelhando chegando até nós nos dias atuais.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Grupo de oração: Segunda e Quinta-feira às 19:00;
•Aula de computação: Terça-feira às 09:00;
•Terço: Quarta-feira às 18:00;
•Ensaio do coral: Quarta-feira às 18:00;
•Conferência de Santo Agostinho: Sábado às 09:00. 
•Santa Missa: no segundo sábado de cada mês, ás 19:00 hs

Contato: Coordenador Francisco José do Nascimento
Rua Joaquim Quintino dos Reis, 826 – Bom Pastor
(32) 3372 7226


Comunidade Nossa Senhora das Graças
A comunidade foi criada em Novembro de 1989, situando-se no bairro de Matosinhos. A comunidade tem como padroeira Nossa Senhora das Graças, cuja festa se comemora dia 27 de novembro. 

Em 27 de novembro de 1830, na Capela das Filhas da Caridade de São Vicente de Paula em Paris, a Santíssima Virgem se manifestou à noviça Catarina Labouré. A virgem apareceu sobre um globo, pisando em uma serpente e segurando nas mãos um globo menor, oferecendo-o a Deus, em um gesto de súplica. Maria fala então à vidente: “Este globo representa o mundo inteiro e cada pessoa em particular”. De repente o globo desaparece e suas mãos se estendem suavemente, derramando sobre o globo brilhantes raios de luz. Estes raios são o símbolo das graças que Maria Santíssima alcança para os homens formando-se assim um quadro oval, rodeado pelas palavras: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”. 

A atividade pastoral e o horário são:
•Terço: Quinta-feira às 19:00.
•Santa missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas nos programas mensais 

Contato: Coordenadora Iolanda Gonçalves Diniz
Rua Amaral Gurgel, 414 A - Matosinhos
(32) 3372 6768

Comunidade Menino Jesus de Praga
A comunidade nasceu contemporaneamente á expansão do bairro de Matosinhos, que deu origem ao bairro Pio XII, onde se situa. A comunidade tem como padroeiro Menino Jesus Praga, cuja festa se comemora 14 de novembro.  

A devoção ao Menino Jesus nasce na gruta de Belém, passando pelos pastores, reis magos e continua pela Igreja ao longo dos séculos. O imperador da Alemanha, Fernando II, para expressar sua gratidão a Deus pela vitória em uma batalha, construiu em 1620, na cidade de Praga, um convento de padres Carmelitas. Na época a cidade passava por momentos difíceis e guerras sangrentas. O mosteiro recém fundado carecia do indispensável para a sobrevivência. Então, os Carmelitas foram presenteados pela princesa Policena Lobkowitz com uma pequena imagem formosa do Menino Deus de pé, com a mão direita erguida em sinal de benção, e mão esquerda segurando um globo dourado. A túnica e o manto foram confeccionados pela própria princesa, que ao entregar aos religiosos disse-lhes: “Meus padres, entrego-lhes o maior tesouro que possuo neste mundo. Prestem muitas honras a este Menino Jesus e nada lhes faltará.” Muito rapidamente, as necessidades do mosteiro foram milagrosamente socorridas.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Renovação Carismática: Segunda-feira às 19h30min;
•Terço das mães: Quarta-feira às 15h00min;
•Conferência: Quinta-feira às 19h30min;
•Missa: Sábado às 17h30min.

Contato: Coordenador Paulo Zim
Avenida Josué de Queiroz, 2096 - Matosinhos
(32) 3372 7760

Comunidade Bom Pastor
Com fundação relativamente recente, a Comunidade se situa no bairro Bom Pastor. A comunidade tem como padroeiro Jesus Bom Pastor, cuja festa se comemora no 4º Domingo da Páscoa.  

“Eu sou o Bom Pastor; o Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas. Um empregado que trabalha somente por dinheiro não é pastor, e as ovelhas não são dele. Por isso, quando vê um lobo chegando, ele abandona as ovelhas e foge. Então o lobo ataca e espalha as ovelhas. O empregado foge porque trabalha somente por dinheiro e não se importa com as ovelhas. Eu sou o Bom Pastor. Assim como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai, assim também conheço minhas ovelhas, e elas me conhecem.” (João 10, 11 – 15).

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Terço: Segunda e Quarta-feira às 19:00hs;
•Reunião do Círculo Bíblico: Quinta-feira às 19:00hs.
•Santa Missa: no terceiro sábado do mês, ás 19:00hs.

Contato: Coordenador José Márcio Santos
Rua Letícia Dângelo, 611 – Bom Pastor
(32) 9973 2720


Comunidade São Vicente de Paulo
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro São Vicente de Paulo, cuja festa se comemora 27 de Novembro.  

Vicente de Paulo foi uma figura extraordinária para a humanidade. Pertencia a uma família pobre, de cristãos dignos e fervorosos. Nasceu em Pouy, França, no dia 24 de abril de 1581. Aos 19 anos foi ordenado padre, porém, ficou preso durante dois anos nas mãos dos muçulmanos. O mais curioso é que acabou sendo libertado pelo seu próprio "dono", que ao longo desse período, Vicente conseguiu converter ao cristianismo.
Os merecedores da piedade e atenção de Vicente de Paulo eram os pobres e menos favorecidos, que sofriam as agruras da miséria. Quando o país estava prestes a entregar-se pela fome, Vicente de Paulo organizou em São Lázaro uma mesa popular para servir diariamente refeições a duas mil pessoas.
Ele dizia aos sacerdotes de São Lazaro: "Amemos Deus, irmãos meus, mas o amemos às nossas custas, com a fadiga dos nossos braços, com o suor do nosso rosto". Vicente de Paulo morreu em Paris no dia 27 de setembro de 1660 e foi canonizado em 1737.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Santa missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas nos programas mensais 
Contato: Coordenadora Elizabete Aparecida Silva
Rua João Feliciano, 429 - Matosinhos
(32) 9948 8711

Comunidade Cristo Rei

No dia 06 de junho de 1993, nascia na Avenida Manuel Fortes à beira do passeio, enfrente a Escola Municipal Bom Pastor, outrora denominada Escola Municipal Pipocas de Mel, um pequeno grupo de pessoas se reunia com um só desejo começar a se organizar como comunidade, como Igreja. Assim nascia a comunidade que até então era chamada de Comunidade Bom Pastor de baixo. 

No dia 06/07 aconteceu as primeiras reuniões preparatórias e no dia 15 de julho de 1993, foi eleita a  coordenação, cujo a proposta já se baseava no trabalho Pastoral e Social, havia uma preocupação com as carências e necessidades.  
No dia 02 de Maio de 1996, foi eleito o Padroeiro da Comunidade dentre vários nomes o Cristo Rei foi o escolhido, assim teve fim a disputa política entre o Bom Pastor de cima e o Bom Pastor de baixo, passando a comunidade se chamar Comunidade Eclesial de Base Cristo Rei. A primeira festa em sua honra se deu no dia 24 de novembro de 1996.

O Papa Pio XII instituiu a festa de Cristo Rei para lutar contra o laicismo, ideologia segundo a qual a fé cristã não deveria influenciar nas decisões políticas. Por doze vezes o tema do reinado de Cristo aparece no relato da Paixão segundo João. Trata-se de um Reino que não nasce deste mundo, mas que vem de Deus.
Durante a vida Jesus não aceitou ser coroado rei. Seu reinado resplandece de forma clara sobre a Cruz, onde Ele manifesta o poder do seu amor que salva. E porque se humilhou na morte da Cruz, o Pai o elevou ressuscitando-o e Coroando-o de Glória.

A Igreja celebra Cristo Rei do Universo no último domingo do ano litúrgico para significar que o percurso da história caminha rumo á sua submissão amorosa a Cristo, Senhor e Rei, plenitude da história, Senhor do Universo.

Sua Igreja e sede da Comunidade, esta localizada a Rua Letícia D’Angelo - Nº 284 - Bairro Bom Pastor com entrada pela Praça São João Paulo II

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Terço: de acordo com a disponibilidade;
•Círculo Bíblico: Quarta-feira às 19 horas;
•Santa missa: no primeiro sábado do mês ás 19:00 horas 
Contato: Coordenador Cláudio Guimarães
Rua Almir de Assis, S/N – Pio XII       (32) 9988 8169

Comunidade Sagrado Coração de Jesus
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro Sagrado Coração de Jesus, cuja festa se comemora na sexta-feira da semana seguinte á festa de Corpus Christi.

A Igreja instituiu a solenidade do Sagrado Coração de Jesus que é celebrada na sexta-feira seguinte ao segundo domingo depois de Pentecostes. Há diversas formas de devoção ao Coração de Jesus. Entre elas a consagração pessoal que, segundo o Papa Pio XI, "entre todas as práticas do culto ao Sagrado Coração, é sem dúvida a principal" , e também a consagração da família. 
“No extremo da misericórdia do meu Coração onipotente, concederei a todos aqueles que comungarem nas primeiras sextas feiras de cada mês, durante nove meses consecutivos a graça do arrependimento final. Eles não morrerão sem a minha graça e sem receber os SS. sacramentos. O meu coração naquela hora extrema ser-lhe-á seguro abrigo”.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Terço: 
•Tríduo: De Terça a sexta-feira que antecede a Solenidade do Coração de Jesus.
•Encontro nas casas dos fiéis: Quinta-feira às 20:00hs
•Santa Missa às 19:00hs, nas datas estabelecidas no programa mensal.

Contato: Coordenadora Maria Auxiliadora Reis
Rua Joaquim Quintino dos Reis, 60 - Matosinhos
(32) 3372 4908 (Dona Jandira)

Comunidade São Geraldo
A comunidade foi criada em Outubro de 2000, situando-se no bairro de Matosinhos. A comunidade tem como padroeiro São Geraldo Magela, cuja festa se comemora dia 16 de Outubro.

Filho da modesta e pobre família do alfaiate Magela, Geraldo nasceu no dia 6 de abril de 1725, numa pequena cidade chamada Muro Lucano, no sul da Itália. De constituição física muito frágil, cresceu adoentado, aprendendo o ofício do pai. Aos 14 anos de idade ficou órfão de pai e, com a aprovação da mãe, quis tornar-se um frade capuchinho, mas foi recusado por ter pouca resistência física. Mais tarde, colocou-se a serviço do bispo de Lacedônia. Porém, só em 1749, conseguiu ingressar na vida religiosa. Enquanto era postulante, passou por muitas tentações e aflições, mas resistiu e venceu todos os obstáculos. Professou os primeiros votos aos 26 anos de idade naquele convento, e surpreendeu a todos com seu excelente trabalho de apostolado simples, humilde, obediente, de oração e penitência. Possuindo os dons da cura e do conselho, converteu inúmeras pessoas, sendo muito querido no convento e na cidade.
Geraldo Magela morreu no dia 16 de outubro de 1755, no Convento de Caposele aos 29 anos de idade. Após a sua morte começaram a ser relatados milagres atribuídos à sua intercessão, especialmente em partos difíceis. Em 1893 ele foi beatificado, sendo declarado o padroeiro dos partos felizes. Em 1904 o papa Pio X o canonizou e sua festa litúrgica ocorre no dia de sua morte.

•As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Encontro: Quarta-feira às 19:30.
•Santa missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 

Contato: Coordenador Marcelo 
Avenida 7 de Setembro, 845 - Matosinhos
(32) 3372 4169

Comunidade São João Batista
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro São João Batista, cuja festa se comemora dia 24 de Junho.

"Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre, e Isabel ficou repleta do Espírito Santo" (Lc 1,41). 
João Batista teve a grande missão de batizar o próprio Cristo, apresentando-o oficialmente ao povo, como Messias. 
Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, dentre os que nasceram de mulher, não surgiu ninguém maior que João Batista… Se quiserdes compreender-me, ele é o Elias que deve voltar.” (Mt 11,11-14)
Ele morreu degolado no governo do rei Herodes Antipas, por defender a moralidade e os bons costumes. Por meio de seu martírio, que é celebrado em 29 de agosto, entregou sua vida à Deus e recebeu em recompensa a vida eterna, reservada àqueles que vivem com amor e fidelidade os mandamentos de Deus.


Atividade pastoral e o horário são:

•Terço: Segunda-feira às 19:00.
•Santa Missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 

Contato: Coordenadora Sônia Aparecida Ferreira
Rua Bernardo Guimarães, 99 A - Matosinhos
(32) 3371 6758


Comunidade Rosa Mística
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro Nossa Senhora da Rosa Mística, cuja festa se comemora em Julho.

Em 1946, na pequena cidade Montichiari - Itália, Nossa Senhora apareceu para uma enfermeira chamada Pierina Gilli. Na primeira aparição Nossa Senhora trazia cravada no peito 3 enormes espadas, simbolizando a ruína da vocação sacerdotal e religiosa, a vida pecaminosa de muitos sacerdotes e o ódio contra a Igreja e dos sacerdotes que se tornam indignos de exercer seu ministério. Novamente, em 1947, Nossa Senhora aparece com 3 lindas rosas de cor branca, vermelha e amarela, no lugar das espadas, que indicam o espírito de oração, sacrifício e penitência. Em 1966 Nossa Senhora disse: “Meu Divino Filho Jesus Cristo envia-me mais uma vez sobre a terra de Montichiari, a fim de levar muitas graças para toda humanidade...” Desde então, Nossa Senhora apareceu muitas vezes fazendo grandes apelos.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Santa Missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 


Contato:     Coordenadora Marília – 33715696
                  Coordenador Ronaldo – 33724671 
Santa Missa: ás 19:00, nas datas estabelecidas no programa mensal 
Rua Osvaldo Cruz, 30 - Matosinhos

Comunidade Nossa Senhora de Fátima
A comunidade foi criada em maio de 1983, situando-se no bairro de Matosinhos. A comunidade tem como padroeira Nossa Senhora de Fátima, cuja festa se comemora dia 13 de Maio.

No dia 5 de maio de 1917, o mundo ainda vivia os horrores da Primeira Guerra Mundial, então o papa Bento XV convidou todos os católicos a se unirem em uma corrente de orações para obter a paz mundial com a intercessão da Virgem Maria. Oito dias depois ela respondeu à humanidade através das aparições em Fátima, Portugal.
Foram três humildes pastores, filhos de famílias pobres, simples e profundamente católicas, os mensageiros escolhidos por Nossa Senhora. Lúcia, a mais velha, tinha dez anos, e os primos Francisco e Jacinta, nove e sete anos, respectivamente. As mensagens trazidas por ela pediam ao povo orações, penitências, conversão e fé. 
O local das aparições de Maria Santíssima foi transformado em um santuário para Nossa Senhora de Fátima. Em 1946, na presença do cardeal representante da Santa Sé e entre uma multidão de católicos, houve a coroação da estátua da Santíssima Virgem de Fátima. 

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Terço:Segunda e Quinta-feira às 20:00;
•Novena: nas datas comemorativas.
•Santa Missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 

Contato: Coordenadora Maria Raimunda Goddi
Rua Professor João Maciel, 2 – Matosinhos 
(32) 3372 4284

Comunidade Nossa Senhora Aparecida
A comunidade foi criada em Outubro de 1987, situando-se no bairro de Matosinhos. A comunidade tem como padroeira Nossa Senhora Aparecida, cuja festa se comemora dia 12 de Outubro.
Em 1717, a cidade brasileira de Guaratinguetá, São Paulo, recebeu a visita do governador e com isso, aos pescadores foram ordenados a recolherem do rio Paraíba a maior quantidade possível de peixes, para que toda a comitiva pudesse ser alimentada e festejada com uma grande recepção. Todos se lançaram às águas com suas redes. Três deles, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, partiram juntos em suas canoas, e juntos também lançaram as redes por horas e horas, sem pegar um único peixe. De repente, na rede de João Alves apareceu o corpo da imagem de uma Santa. Outra vez lançou a rede, e a cabeça da imagem vem também para bordo. A partir daí, os três pescaram tanto que quase afundaram por causa da quantidade de peixes.
A pesca milagrosa foi atribuída à imagem encontrada. Ao regressarem foram para a casa de Filipe Pedroso e, ao limparem a imagem com cuidado, viram que se tratava de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de cor escura. Então, cobriram-na com um manto e a colocaram num pequeno altar dentro de casa, onde passaram a fazer suas orações diárias. A novidade se espalhou e todos da vizinhança acorriam para rezar diante dela. Invocada pelos devotos como "Aparecida" das águas, permaneceu na casa da família daquele pescador durante quinze anos seguidos.
Eram tantos os devotos que buscavam o local que em 1732, a família de Filipe construiu o primeiro oratório. A crescente devoção a Nossa Senhora Aparecida espalhou-se por todos os recantos do Brasil, sendo proclamada em 1930, pelo Papa Pio XI, como padroeira do Brasil. Então, em 1988, houve a benção do primeiro templo que existe até hoje, conhecido como Basílica Velha. A atual Catedral-Basílica de Nossa Senhora Aparecida, foi consagrada pessoalmente pelo papa João Paulo II, em 1980 em sua primeira visita ao Brasil.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Catequese: Segunda, Terça e Quarta – feira das 18:00  às 19:00;
        Sábado das 09:00 às 10:00, 14:00 às 15:00 e 15:00 às 16:00; 
•Terço: Quinta-feira às 19:00;
•Novena: nas datas comemorativas.
•Santa Missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 

Contato: Coordenadora Maria de Lourdes, Eponina, Neiva Salão do Inocoop – Matosinhos  (32) 3372 4732

Comunidade Santa Teresinha
A comunidade, de fundação antiga, que por anos funcionou como oratório de Dom Bosco, hoje conta com uma Igreja construída a várias décadas. A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeira Santa Teresinha do Menino Jesus, cuja festa se comemora dia 1º de Outubro.

Teresinha nasceu em Alençon, na França, em 2 de janeiro de 1873. Foi batizada com o nome de Maria Francisca Martin e desde então foi destinada ao serviço religioso, assim como suas quatro irmãs. Os pais, quando jovens, sonhavam em servir a Deus. Mas circunstâncias especiais os impediram e a mãe prometeu ao Senhor que cumpriria seu papel de genitora terrena, mas que suas filhas trilhariam o caminho da fé. 
A caçula viu as irmãs mais velhas, uma a uma, consagrando-se a Deus até chegar sua vez. Mas a vontade de segui-las era tanta que não quis nem esperar a idade correta. Aos quinze anos, conseguiu permissão para entrar no Carmelo, em Lisieux, concedida pessoalmente pelo papa Leão XIII.
Teresinha teve seus últimos anos consumidos pela terrível tuberculose, que, no entanto, não venceu sua paciência com os desígnios do Supremo. Morreu em 1° de outubro de 1897, com vinte e quatro anos, depois de prometer uma chuva de rosas sobre a Terra quando expirasse. Essa chuva ainda cai sobre nós, em forma de uma quantidade incalculável de graças e milagres alcançados através de sua intervenção em favor de seus devotos. 
Teresinha de Lisieux foi beatificada em 1923 e canonizada em 1925 pelo papa Pio XI. Ela que durante toda a sua vida teve um grande desejo de evangelizar e ofereceu sua vida à causa missionária, foi aclamada dois anos depois, pelo mesmo pontífice, como padroeira especial de todos os missionários, homens e mulheres, e das missões existentes em todo o universo. 

As atividades pastorais e os respectivos horários são: 
•Missa: Domingo às 17:00;
•Catequese: Segunda –feira às 19:00; Quarta-feira às 18:30 e Quinta-feira as 18:00.

Contato: Coordenadora Maria Auxiliadora Rodrigues
Rua Fiscal José Pedro, 7 - Matosinhos
(32) 3371 5099

Comunidade São José
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro São José, cuja festa se comemora dia 19 de Março.

O privilégio de ser pai adotivo de Jesus constitui o título mais alto concedido a um homem. O extraordinário evento da Anunciação e da divina maternidade de Maria - da qual foi advertido pelo anjo depois da sofrida decisão de repudiar a esposa - coloca São José sob uma luz de simpatia humana, em razão do papel de devoto defensor da incolumidade da Virgem Mãe, mistério prenunciado pelos profetas, mas acima da inteligência humana. José então não se questiona e cumpre as prescrições da lei, dirigindo-se a Belém para recenseamento. Ele assiste Maria no parto e a conduz junto ao Menino, para subtraí-lo do sanguinário Herodes, depois volta à casa de Nazaré. Nós o revemos na ansiosa procura de Jesus, que ele conduz ao templo por ter cumprido os 12 anos de idade.
Enfim, o Evangelho se despede dele com uma imagem rica de significado, que coloca mais de um tema para nossa reflexão: Jesus, o filho de Deus, o Messias esperado, obedece a ele e a Maria, crescendo em sabedoria, idade e graça.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Santa Missa: ás 19:00 horas, nas datas estabelecidas no programa mensal 
•Terço: Terceira Segunda-feira do mês às 19:30.

Contato: Coordenadora Zilda Cândida do Nascimento
Rua Eneida Sette, 146 - Matosinhos
(32) 3371 7569

Comunidade São Sebastião 
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro São Sebastião, cuja festa se comemora dia 20 de Janeiro.

São Sebastião nasceu em Narbonne, cujos pais eram de Milão, na Itália, do século terceiro. Desde cedo foi muito generoso e dado ao serviço. Ao entrar para o exército do Império, tornou-se soldado, pois tinha muita saúde no físico, na mente e, principalmente, na alma. Não demorou muito, tornou-se o primeiro capitão da guarda do Império. 
São Sebastião tornou-se defensor da Igreja como soldado, como capitão e também como apóstolo dos confessores. Também foi apóstolo dos mártires, os que confessavam Jesus em todas as situações, renunciando à própria vida. O coração de São Sebastião tinha o desejo tornar-se mártir, então um apóstata denunciou-o para o Império. Mas esse Santo deixou claro com muita sabedoria, que o melhor que ele fazia para o Império era denunciar o paganismo e a injustiça. 
O imperador mandou prendê-lo num tronco lançando muitas flechadas sobre ele, até o ponto de pensarem que estava morto. Mas uma mulher, esposa de um mártir que o conhecia, aproximou-se dele e percebeu que ele ainda estava vido. Ao recobrar sua saúde, apresentou-se novamente para o Imperador, pois queria o seu bem e o bem de todo o Império. Evangelizou, testemunhou, mas, dessa vez, no ano de 288 foi duramente martirizado.

As atividades pastorais com os respectivos horários são:
•Reunião: Quinta-feira às 19:30;
•Missa: Quarto Sábado de cada mês às 19:00.

Contato: Coordenadora Maria Aparecida do Pilar Nascimento Dias
Avenida Santos Dumont, 680 - Matosinhos
(32) 3371 8078 / 3372 4842

Comunidade São Paulo 
A comunidade foi criada em Junho de 1993, situando-se no bairro de Matosinhos. A comunidade tem como padroeiro São Paulo, cuja festa se comemora dia 29 de Junho.

Paulo, cujo nome antes da conversão era Saulo ou Saul, era natural de Tarso. Tornou-se fariseu zeloso a ponto de perseguir e aprisionar os cristãos, sendo responsável pela morte de muitos deles.
Converteu-se à fé cristã no caminho de Damasco, quando o próprio Senhor Ressuscitado lhe apareceu e o chamou para o apostolado. Paulo recebeu o batismo do Espírito Santo e preparou-se para o ministério.
Tornou-se um grande missionário e doutrinador, fundando muitas comunidades. De perseguidor a perseguido, sofreu muito pela fé e foi coroado com o martírio, sendo decapitado. Escreveu 13 Epístolas e ficou conhecido como o Apóstolo dos gentios.

Atividade pastoral e o horário são:
•Encontros: Quinta-feira às 20:00.
•Santa Missa: ás 19:00hs, nas datas estabelecidas no programa mensal.

Contato: Coordenadora Raimunda Aparecida de Paula Muniz
Rua José Resende Campos, 511 - Matosinhos
(32) 3371 5623

Comunidade Santo Antônio 
A comunidade se situa no bairro de Matosinhos. Tem como padroeiro Santo Antônio de Pádua, cuja festa se comemora dia 13 de Junho.

Fernando de Bulhões Taveira de Azevedo, ao ser batizado recebeu o nome de Antônio de Pádua. Nasceu em 1195 em Lisboa, Portugal, em uma família rica e da nobreza. Ainda muito jovem ingressou-se na Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho. Em Coimbra estudou filosofia e teologia, e mais tarde ordenou-se sacerdote.
Com 36 anos de idade, pregava a palavra de Cristo aos redores de Pádua, na Itália, aonde veio a falecer no dia 13 de Junho de 1231. São milhares de relatos de milagres e graças alcançadas rogando seu nome. Ele foi canonizado no ano seguinte pelo Papa Gregório IX.
Na Itália é um dos santos mais queridos, invocado em todas as necessidades. No Brasil ficou conhecido como Santo casamenteiro.

Atividade pastoral e horário:
•Santa Missa: ás 19:00hs, e nas datas estabelecidas no programa mensal.
Contato: Coordenadora Maria Aparecida
Rua Antônio Firmino de Paula, 13 – Vila Santo Antônio
(32) 33716884

Comunidade Santo Antônio do Carvoeiro (Comunidade Rural) 
A comunidade foi criada no ano de 1929, situando-se no Elvas, zona rural de São João del Rei. A comunidade tem como padroeiro Santo Antônio, cuja festa se comemora no 1º Domingo de Julho.

Santo Antônio do Carvoeiro, o mesmo santo Antônio de Pádua, ganhou este título devido à origem de sua historia com a Comunidade. Em 1919 a imagem de Santo Antônio foi encontrada por Sr Firmino Antônio de Paula, no município do Ribeirão do Elvas (Pitangueiras). Sr Firmino construiu então um Cruzeiro e um imédia de adobo para se celebrar as primeiras missas campais, no ano de 1929, pelo então padre de Ibertioga, padre Gustavo. O mesmo padre foi o primeiro a celebrar na Igreja construída pela comunidade no ano de 1939. Padre Bernardino Siqueira, padre de Tiradentes, continuou a celebrar as missas naquela Comunidade. Nesta época a Igreja era alcançável somente a cavalo ou a pé. Posteriormente padres Salesianos continuaram a dar assistência, até que se tornou uma comunidade da Paróquia de Matosinhos.
Em 1957, sob a administração dos irmãos Levinho e Alcindo Vital, foi construída a nova Igreja que se conserva até hoje. Atualmente, devido à emigração dos antigos moradores para a cidade, a Comunidade ficou despovoada, mantendo somente as missas nas festividades e algumas outras missas ao longo do ano.

Atividade pastoral e o horário são:
•Missa : Quarto Domingo de cada mês às 14:00, ou conforme programação mensal da paróquia

Contato: Coordenador Dirinho
Carvoeiro – Elvas
(32) 33727323

 
 
Clique aqui e confira a programação!
 
Mensagem do nosso Bispo Diocesano - Dom Célio de Oliveira Goulart
leia mais
 
 
Praça Senhor Bom Jesus de Matosinhos, 309 - Matosinhos
São João Del Rei / MG - cep: 36305142
Telefones: (32) 3371-5224 (Secretaria Paroquial) e 032 9 9954 2266 (Comunicação)
 
Fotos antigas de nossa Paróquia.
Quarta-Feira de Cinzas 2016
Missa Solene do Natal do Senhor
ver mais